Universalizar a universidade

  –  Comunidade pode participar da elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional da Unila  –  


A UNILA tem um desafio importante em 2018: a elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), documento que vai guiar os rumos da instituição pelos próximos cinco anos. A abertura oficial foi no último dia 14 em um evento aberto à participação da comunidade de Foz do Iguaçu e região, realizado na UNILA-Jardim Universitário.
O PDI é elaborado para um período de cinco anos e identifica a universidade, sua filosofia de trabalho, missão, diretrizes pedagógicas, estrutura organizacional e atividades acadêmicas presentes e futuras. O primeiro PDI da UNILA foi produzido para o período 2013-2017. O próximo, compreende os anos de 2019 a 2023.
“O foco são as políticas de ensino, pesquisa e extensão, que são a razão de existir da universidade e como executá-las. O Plano se propõe a mostrar onde queremos chegar com as nossas atividades e como faremos isso, organizando estrutura, pessoas, recursos financeiros e estrutura”, salienta Jamur Johnas Marchi, pró-reitor e Planejamento, Orçamento e Finanças.
Com o slogan “Construindo juntos a UNILA que queremos”, a construção do Plano prevê a participação das comunidades interna e externa da UNILA. “O resultado é importante, mas o processo participativo tem relevância significativa, porque envolve uma espécie de aprendizado, de conscientização da comunidade dos próprios problemas, apontando possíveis soluções. É um processo didático e democrático, uma forma de as pessoas se envolverem com a UNILA”, diz Jamur.
 

Para elaborar o PDI, documentos institucionais que traduzem a vocação, objetivos e forma de atuação da Universidade são peças fundamentais. Esses documentos estão disponíveis na página em https://unila.edu.br/pdi.

 
Participação – A comunidade será convidada a participar da elaboração do plano por meio de consultas públicas e votação. Para isso, será utilizada a plataforma eletrônica Uianov, desenvolvida na Universidade Federal de Lavras (UFLA), que tem uma interface intuitiva e que se aproxima das redes sociais. Na quarta-feira, já será possível interagir, postando ideias, comentários, curtindo ou descurtindo conteúdos. Os servidores técnico-administrativos, docentes e estudantes irão receber um e-mail com as instruções para acessar a plataforma. O mesmo e-mail também será encaminhado como convite para instituições parceiras da UNILA. As pessoas e organizações da sociedade civil que quiserem participar podem encaminhar e-mail para pdi@unila.edu.br solicitando acesso à plataforma.
Haverá duas fases em que toda a comunidade poderá participar. A primeira, a de consultas públicas, será desenvolvida entre 14 de março e 25 de abril, em quatro etapas: educação e pesquisa; extensão e assistência estudantil; política de pessoal e gestão administrativa; comunicação e responsabilidade social (veja quadro com a programação de consultas). Na segunda fase de participação será feita uma votação para definir as prioridades e distribuí-las por ano de execução (2019 a 2013). “É uma forma de investir no que realmente é prioritário”, defende Jamur.
______________________________________
Unila

Arquivos

Categorias

Meta