Urgente

Um poema de Maísa Melara

Soma-se!
Se não
Soube

Coube-se
Com sim
Corpos

Senão
Com sim

Só não
Suma

Suba
Sobre mim,
Soma-me.

________________________
Maísa Melara sente, pensa e escreve em Cascavel, Pr. Poema publicado na revista Escrita 53

Arquivos

Categorias

Meta