logo-guata-site

AUE LITERÁRIO
REVISTA ESCRITA
SORTEIE UM HAIKAI
DE LÁ & DE CÁ

Usina de Itaipu abre vertedouro para aumentar nível do rio e beneficia países vizinhos

Nível do Rio Paraná muito baixo prejudicava a navegação na hidrovia que liga regiões produtoras de soja do Paraguai e Argentina aos portos de Buenos Aires e Uruguai.

Vertedouro de Itaipu no dia 18 pela manhã. (Foto: Vagner Cleber)

Depois de quase um ano fechado, a Itaipu voltou a abrir seu vertedouro. Desde os primeiros 40 minutos da madrugada desta segunda-feira, 18, a usina começou a liberar água para ajudar a aumentar o nível do Rio Paraná a jusante.

A medida vai possibilitar o escoamento da safra de grãos do Paraguai e da Argentina até o Porto de Paranaguá. A longa estiagema prejudica a navegação no Rio Paraná, dificuldando o transporte de grãos da Argentina e do Paraguai para os portos de Buenos Aires e do Uruguai. Sem essa operação de Itaipu, os países vizinhos teriam enormes prejuízos.

Assista ao vídeo

“Essa ajuda é para evitar um colapso na economia dos países vizinhos numa época de tantas dificuldades”, diz o general Joaquim Silva e Luna, diretor-geral brasileiro de Itaipu.

O vertimento inicial previsto deve durar 12 dias. Não haverá prejuízo para a produção da usina, já que a demanda solicitada à Itaipu continua baixa.

Pouco depois da meia-noite, o vertedouro foi aberto. (Foto: Fábio Soerthe)

Importante

A Itaipu e a Defesa Civil alertam a população sobre o aumento da vazão. Nos últimos tempos, o rio, próximo à Ponte da Amizade, havia virado um roteiro de visitação para registros de fotos por causa da seca. Há mais de um mês, os governos brasileiro, paraguaio e argentino vêm negociando maior produção da usina de Itaipu, que havia sido reduzida em função do desaquecimento da economia.

(Foto: Vagner Cleber)
Por Itaipu Binacional