Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Usina de Itaipu abre vertedouro para aumentar nível do rio e beneficia países vizinhos

Nível do Rio Paraná muito baixo prejudicava a navegação na hidrovia que liga regiões produtoras de soja do Paraguai e Argentina aos portos de Buenos Aires e Uruguai.

Vertedouro de Itaipu no dia 18 pela manhã. (Foto: Vagner Cleber)

Depois de quase um ano fechado, a Itaipu voltou a abrir seu vertedouro. Desde os primeiros 40 minutos da madrugada desta segunda-feira, 18, a usina começou a liberar água para ajudar a aumentar o nível do Rio Paraná a jusante.

A medida vai possibilitar o escoamento da safra de grãos do Paraguai e da Argentina até o Porto de Paranaguá. A longa estiagema prejudica a navegação no Rio Paraná, dificuldando o transporte de grãos da Argentina e do Paraguai para os portos de Buenos Aires e do Uruguai. Sem essa operação de Itaipu, os países vizinhos teriam enormes prejuízos.

Assista ao vídeo

“Essa ajuda é para evitar um colapso na economia dos países vizinhos numa época de tantas dificuldades”, diz o general Joaquim Silva e Luna, diretor-geral brasileiro de Itaipu.

O vertimento inicial previsto deve durar 12 dias. Não haverá prejuízo para a produção da usina, já que a demanda solicitada à Itaipu continua baixa.

Pouco depois da meia-noite, o vertedouro foi aberto. (Foto: Fábio Soerthe)

Importante

A Itaipu e a Defesa Civil alertam a população sobre o aumento da vazão. Nos últimos tempos, o rio, próximo à Ponte da Amizade, havia virado um roteiro de visitação para registros de fotos por causa da seca. Há mais de um mês, os governos brasileiro, paraguaio e argentino vêm negociando maior produção da usina de Itaipu, que havia sido reduzida em função do desaquecimento da economia.

(Foto: Vagner Cleber)
Por Itaipu Binacional

Arquivos

Categorias

Meta