Vontade de tempestade

  –  Um poema de Perla  –


 

Quanta vontade
Do meu corpo e o seu
Deslizando em êxtase
Entre chuviscos e tempestade
Posição e disposição dos sentidos
Entrelaçando os corpos
Produzindo líquidos
O som da respiração
Aliado aos móveis de madeira
Que deixa a casa inteira
Numa ritmada percussão
____________________________________________
Perla vive em Foz do Iguaçu, Pr.

Arquivos

Categorias

Meta