Zilda Cardoso

A humorista Zilda Cardoso, que interpretou a Dona Catifunda em programas como Escolinha do Professor Raimundo (Globo) e A Praça É Nossa (SBT), morreu hoje, aos 83 anos, em São Paulo.

Sem parentes próximos, Zilda morava sozinha em um apartamento e recebia a visita de uma cuidadora. Todos os dias, almoçava com as amigas e vizinhas em uma churrascaria na alameda Barros. “Adorava comer frango”, disse o garçom que a atendeu durante dez anos.

Trajetória – Zilda também trabalhou na Praça da Alegria, Praça Brasil, A Praça É Nossa, Os Trapalhões e Escolinha do Professor Raimundo. Outro papel de destaque foi como Elza, na novela Meu Bem, Meu Mal.

A comediante nasceu em São Paulo e estreou sua carreira artística na TV Paulista. Em Zilda 23 Polegadas, primeiro programa apresentado por ela na TV Paulista, que foi exibido entre 1962 e 1964, Zilda recebia outros humoristas e atrações musicais.

Em 1964, foi chamada por Manuel de Nóbrega para a Praça da Alegria, quando lançou sua personagem mais conhecida, Catifunda, uma moradora de rua debochada que fumava charuto e tinha um sotaque forte paulistano.

Zilda também participou de inúmeros filmes, como O Lamparina (1963), Meu Japão Brasileiro (1964), Golias Contra o Homem das Bolinhas (1969) e Se Meu Dólar Falasse (1970). A humorista ainda trabalhou em três novelas da Record: Quatro Homens Juntos (1965), Mãos ao Ar (1966), Meu Adorável Mendigo (1973).

_________________________
UOl